Paralimpíadas: Fernando Rufino é medalha de ouro e Giovane Vieira leva a prata na canoagem

A delegação brasileira tem vivido dias históricos na canoagem de velocidade nas Paralimpíadas de Tóquio. Após a prata da última quinta com Luis Carlos Cardoso, mais dois brasileiros subiram ao pódio. Fernando Rufino conquistou a medalha de ouro e o apucaranense Giovane Vieira levou uma prata nesta sexta-feira.

Na classe KL2, Fernando Rufino, que já havia feito o melhor tempo das eliminatórias, sobrou na final e venceu a prova, com tempo de 53s07. Foi o melhor resultado da canoagem paralímpica brasileira na história. Steven Haxton, dos Estados Unidos, e Norberto Mourão, de Portugal, fecharam o pódio.

Já na categoria VL3, o apucaranense Giovane Vieira conquistou a medalha de prata, com marca de 52s14, em grande prova vencida pelo australiano Curtis McGrath. Na mesma prova, Caio Ribeiro ficou com a sétima colocação. Na final dos 200m, classe KL3 feminina, a brasileira Mari Santilli acabou na oitava posição.

Giovane Vieira

Geovane Vieira é filho de um servidor da prefeitura de Apucarana. Ele perdeu uma perna em um acidente na linha férrea. Foi acolhido na Casa Lar.

Estudava no polivalente e lá o professor Edmar, de educação física, o colocou pra arremessar peso. Então, através de um trabalho feito entre o polivalente e a natação do country, ele começou a nadar orientado pelo professor Rogério.

Algum tempo depois ele conheceu a canoagem em Londrina. Seguiu carreira, e hoje, aos 23 anos é medalhista paraolímpico. Orgulho para Apucarana, para o Paraná e para o nosso Brasil.

Fonte: Lance

By Marcio Edison

Jornalista, comunicador, locutor da Rede de Rádios Apucarana/PR. Formado em Matemática (PUC/SP) e Comunicação Social (UNIP/SP) também é desenvolvedor web, palestrante de tecnologia e CEO da mexcorp.net (marcio@mexcorp.net)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *