Iniciativas de Campo Mourão são vencedoras do Prêmio Habitats PR de Inovação

O primeiro dia do maior evento de inovação do Paraná, o Conecta 2021, nesta quarta-feira (25), foi marcado pela divulgação dos vencedores do Prêmio Habitats PR de Inovação. O Sebrae/PR, com apoio da Rede Paranaense de Incubadoras e Aceleradoras (Reinova), reconheceu ambientes de inovação, ou habitats, e negócios inovadores de seis regiões do Estado, em duas categorias: empreendimentos em Desenvolvimento e empreendimentos Consolidados.

A escolha dos vencedores ocorreu após avaliação realizada por bancas regionais. Ao todo, 33 ambientes de inovação participaram das seletivas. Na categoria empreendimentos em Desenvolvimento, foram reconhecidas empresas que participam de programas oferecidos por habitats de inovação, instaladas ou não nesses ambientes. Disputaram em empreendimentos Consolidados, negócios que se relacionam com os habitats e atuam no mercado de maneira mais consistente.

De Campo Mourão, a Fundação Educere foi a vencedora na categoria Consolidados, na região Noroeste. A atuação da Educere, idealizada pelo empresário Ater Cristófoli, sócio proprietário da Cristófoli Biossegurança, vai desde o trabalho de despertar nos jovens o interesse por tecnologia, empreendedorismo e inovação até a incubação de empreendimentos. Juntamente à Cristófoli Biossegurança, oito empresas graduadas são mantenedoras da instituição. Juntas, elas faturaram, em 2020, mais de R$ 170 milhões, gerando R$ 34 milhões em impostos e 345 empregos diretos. Os próximos planos são inaugurar uma nova sede, com 5 mil metros quadrados, até o fim do ano.

Hoje a incubadora abriga 14 empresas, entre as quais está a startup CELF, vencedora junto à Educere na categoria Consolidados. Trata-se de uma empresa de desenvolvimento de tecnologias limpas de alto desempenho, que geram maior produtividade e economia para indústrias, agroindústria e agricultura.

“O projeto da CELF nasceu dentro da fundação na área de biotecnologia. Em todos os casos, nossa equipe de mentores e acompanhamento dão gás aos empreendimentos. Estamos integrados ao ecossistema participando de várias iniciativas. E o ambiente está bem aquecido, por isso estamos prospectando em diversas frentes novos projetos e vamos potencializar o que já aprendemos”, diz a diretora-executiva da Educere, Lidia Mizote.

Também de Campo Mourão, o Idea 5 venceu na categoria “Em Desenvolvimento”, na região Noroeste. O ambiente é um hub de inovação que funciona apoiador e funil de projetos encaminhados a outros habitats, que hoje são sete na cidade. Começou a operar em abril e hoje apoia seis projetos. Em fase de operação, a startup WLA, que representou o Idea 5 na premiação, cria soluções inovadoras e inteligentes para a área fitness, visando o aperfeiçoamento de treinos e exercícios, e acabou de lançar o produto Time Fit.

“Estamos felizes com o resultado. A WLA começou conosco. Já tinham um protótipo e acabaram de lançar o produto. Receber esse prêmio joga holofote para as startups premiadas e reconhece o trabalho importante dos habitats de oferecer suporte na trajetória”, diz Eduardo Akira Azuma, do Idea 5 e diretor-geral na Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Campo Mourão.

O diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini, lembra que a instituição atua no fomento e articulação desses habitats e a premiação reconhece o trabalho realizado pelos ambientes de inovação por cumprirem papel relevante dentro dos seus ecossistemas, estimulando uma nova forma de fomentar o empreendedorismo.

“Os habitats dão vida ao ecossistema, impulsionam a inovação no Paraná, potencializam negócios e dão suporte para as empresas inovadoras. Esse reconhecimento demonstra que os ambientes de inovação estão ativos e estimulam uma nova forma de promover o desenvolvimento, com base no conhecimento e sua aplicação em rede”, comenta Agostini.

Os vencedores receberão troféu e certificado de “Empreendimento ou Ambiente de Inovação Destaque 2021”. Além disso, os empreendedores ganharão mentorias e consultoria do Sebrae/PR.

Panorama

No Paraná, são mais de 100 habitats de inovação, número 300% maior na comparação com três anos atrás. Com o Programa Habitats PR de Inovação, o Sebrae/PR contribuiu para fomentar e fortalecer novos habitats no Estado, promovendo iniciativas pelo intercâmbio de conhecimento e práticas produtivas entre empresas, universidades, instituições, incubadoras e governos. Igualmente, têm contribuído para o desenvolvimento e surgimento de habitats, os trabalhos realizados pela Reinova e pelo Sistema Estadual de Parques Tecnológicos (Separtec).

Vencedores:

Em Desenvolvimento

  • Noroeste – Idea 5 (startup WLA)
  • Sul – Ciklo Hub de Inovação (startup BBA Brazilian Bioactives)
  • Oeste – Incubadora Municipal Bernardino Zelindo Barbieri (startup Netword Agro)
  • Centro – Incubadora Tecnológica da UTFPR – Ponta Grossa (startup Mush)
  • Leste – Incubadora Tecnológica da UTFPR – Curitiba (startup Neosilos)
  • Norte – Incubadora Tecnológica da UTFPR – Cornélio Procópio (startup Axion)    

Consolidados

  • Noroeste – Fundação Educere (startup CELF)
  • Sul – Sudotec (startup Leigado)
  • Oeste – Incubadora Tecnológica da UTFPR – Medianeira (startup SWA Sistemas)
  • Leste – Hotmilk (startup Diagnosi)
  • Norte – GO SRP (startup Trace Pack)
By Marcio Edison

Jornalista, comunicador, locutor da Rede de Rádios Apucarana/PR. Formado em Matemática (PUC/SP) e Comunicação Social (UNIP/SP) também é desenvolvedor web, palestrante de tecnologia e CEO da mexcorp.net (marcio@mexcorp.net)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *